Vacinação contra gripe em Campos começa na quarta-feira com idosos

0

Os grupos prioritários, neste primeiro momento de vacinação, são idosos e trabalhadores da Saúde. Também haverá drive thru para idosos com dificuldade de mobilidade que não terão necessidade de descer dos carros.

 Vacina contra gripe evita problemas que complicam a Covid-19

A Campanha de Vacinação começa com foco nos idosos e profissionais de saúde. A questão é: como receber a vacina contra o influenza sem se submeter a riscos desnecessários de infecção pelo novo coronavírus (Sars-Cov-2), que já circula pelo nosso país?

Saiba como tomar a dose com segurança, especialmente se for idoso

*Idealmente, mantenha distância de dois metros entre as pessoas da fila

*Não cumprimente ninguém, inclusive os profissionais, com apertos de mão, beijos ou abraços

*Evite ficar conversando com os outros na fila

*Não toque nas paredes ou em outras superfícies

*Reforce a etiqueta da higiene e não encoste as mãos no rosto

Importância da vacina

Antes de tudo, é importante deixar claro que, durante uma pandemia de uma infecção respiratória, é especialmente importante que o público-alvo da campanha contra a gripe busque a sua dose. E não porque ela imunize contra o novo coronavírus. Na verdade, ao proteger a população do influenza, menos gente necessita de hospitalização, o que ajuda o sistema de saúde a reservar esforços para o Sars-Cov-2.

A vacinação também facilita a diferenciação entre a gripe e a Covid-19, a doença desencadeada pelo coronavírus. Ora, se o sujeito recebeu a dose, porém apresenta sintomas como tosse e falta de ar, provavelmente não é o vírus influenza que os está causando.

A injeção ainda minimiza o risco de coinfecção — quando a gripe e o coronavírus atacam juntos uma mesma pessoa —, o que aumenta o risco de complicações e morte. Todos esses recados valem especialmente para os idosos e portadores de doenças crônicas, grupos que tendem a sofrer mais com a enfermidade do momento.

Em Campos, início na quarta-feira

A campanha de vacinação contra gripe terá início, em Campos, na próxima quarta-feira (25). Nesta primeira etapa, os grupos prioritários são idosos e trabalhadores da Saúde. A data diferenciada foi estipulada pelo Ministério da Saúde, levando em conta vários critérios e para melhor estruturação dos locais de atendimento, com espaços amplos e arejados. As instituições hospitalares receberão equipes de imunização previamente agendadas. Os idosos serão vacinados nos pontos fixos e, pela primeira vez, em drive thru — quando os idosos com dificuldade de mobilidade poderão ser conduzidos e não terão necessidade de descer dos carros para serem vacinados. Também de forma inédita, a vacinação obedecerá uma tabela de idade. Além dos pontos iniciais, outros serão divulgados nos próximos dias.

Locais arejados, dois deles com drive thru para idosos com dificuldade de mobilidade

Para evitar aglomerações, os locais fixos de vacinação foram escolhidos por serem arejados e com amplo espaço externo –  Centro Esportivo da Escola (CEDE) Lulu Beda, no Jardim Carioca, Guarus, Uenf e Colégio Salesiano, no Parque Tamandaré. Também será instalado posto de vacinação nos mesmos moldes nas UBS de Morro do Coco e do Lagamar, na praia de Farol de São Thomé. O horário será sempre entre 9h às 16h.

Pela primeira vez, haverá duas áreas de vacinação através de drive thru – no Centro de Eventos Populares Osório Peixoto (Cepop) e na Fundação Rural de Campos (FRC). Equipes irão aos asilos para vacinação, previamente agendada.

— Nosso objetivo é garantir que o calendário de vacinação nacional seja executado, com espaço físico que favoreça o espaço entre as pessoas nas filas, evitar aglomerações que ocorreriam em UBS que possuem espaços físicos reduzidos frente a demanda de idosos, que são prioridade. Vale lembrar que nestes postos só serão vacinados idosos. Os trabalhadores da área de saúde serão em seus locais de trabalho — explica a diretora da Vigilância em Saúde, Andréya Moreira.

Demais grupos

A segunda fase da campanha de vacinação está prevista para 16 de abril, abrangendo professores de escolas públicas e privadas, profissionais das forças de segurança e salvamento, portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições especiais.

Terceira fase

A partir de 9 de maio, começa a vacinação de crianças de 6 meses a 5 anos, 9meses e 29 dias, gestantes, puérperas, povos indígenas, adolescentes de 12 a 21 anos em medidas sócio educativas, população privada de liberdade, funcionários do sistema prisional, adultos entre 55 a 59 anos, pessoas com deficiência.

Pontos de vacinação

CEDE Lulu Beda (Jardim Carioca)
Colégio Salesiano
Uenf
UBS Morro do Coco
UBS Lagamar

Tabela de dias de vacinação de acordo com a idade

Quarta, dia 25 — Idosos maiores ou iguais a 80 anos
Quinta, dia 26 — Idosos entre 70 e 79 anos
Sexta, dia 27 — Idosos entre 60 e 69 anos
Segunda, dia 30 — Idosos entre 60 e 69 anos
Terça, dia 31 — Retoma maiores ou iguais a 80

NENHUM COMENTÁRIO