Preparando o esperneio para Instância superior

0
O vale tudo de Garotinho tem um objetivo

Para os desavisados pode até parecer brincadeira, mas é sério. Réu em Ação Penal, Garotinho quer determinar o andamento do seu próprio processo para poder escolher o juiz que irá julgá-lo, e prepara o esperneio para instância superior.

Diante da gravidade das acusações na Ação Penal que responde, com desfecho a curto prazo, aparentemente o plano é simples e óbvio. Com todas essas manobras, acusações às autoridades do processo, “demissões” de advogados, etc., o ex-governador, dono de um QI privilegiado, que muitas vezes teima em não ouvir, simplesmente procura uma desesperada saída para o problema em que se meteu, criando situações que esteja pretendendo utilizar para um já premeditado “esperneio” em instância superior.

Como diria o saudoso jornalista Aluysio Barbosa: “Garotinho cria o fato e a sua versão do fato”.

Ainda não se pode avaliar se isso irá se tornar uma jogada genial, ou a maior burrada dos últimos tempos. Mas para Garotinho estar fazendo essa questão toda de não querer defesa, à toa é que não é…

Apesar da cena reprisada da demissão dos seus advogados, é pouco admissível acreditar que ele não continue guarnecido de uma forte orientação jurídica.

Logo, a sua ação demitindo todos os seus advogados conduziu a justiça a determinar o advogado dativo Amyr Moussallem que, na sexta-feira (4), recebeu os autos do processo, com prazo de cinco dias para apresentar as alegações finais de defesa de Garotinho.

Observem que acima utilizei a palavra “conduziu”. Como hábil titereiro, ele busca munição para dar vida ao seu indissociável personagem de vítima em outro campo.

Após as alegações finais, aguarda-se a sentença. Diante das provas contundentes e dos depoimentos das testemunhas, são grandes as probabilidades desse angu desandar para o lado da Lapa. E ele sabe disso…

Por: Esdras

NENHUM COMENTÁRIO