O pior aconteceu: Campos perdeu a Italac para Itaperuna. Aliados de Wladimir gostaram

0

Um prefeito que vive tentando aumentar impostos assusta qualquer empresa

Após anunciar no Palácio da Guanabara que instalaria uma fábrica em Campos, a Italac optou por comprar a combalida fábrica da Marília, em Itaperuna, para ela,  uma opção financeiramente mais vantajosa e segura, afinal, um prefeito que vive tentando aumentar impostos assusta qualquer empresa.

Diretoria da Italac no Palácio da Guanabara ao lado do governador anunciando a industria para Campos

Até aí, temos visto grandes reviravoltas no mundo dos negócios, principalmente quando envolve vantagem financeira, o que está sendo extremamente anormal nessa negociação é a comemoração de aliados do prefeito de Campos Wladimir Garotinho por Campos ter perdido a indústria, simplesmente por ela estar sendo trazida pelo Secretário Estadual de Governo Rodrigo Bacelar, visto com um forte adversário e grande obstáculo para as pretensões políticas de Wladimir Garotinho, que envolvem a sua reeleição, eleição da esposa e de mais uma meia dúzia de rosáceos, como a primeira dama, fatalmente picados pela cruel mosca azul.

Campos perde Italac, rosáceos comemoram

O populismo messiânico da Lapar é implacável. Até onde vai o rancor e a vontade de ver o povo de Campos pobre, desempregado e dependente de assistencialismo? É impossível medir. Mas, pelo que se vê, são capazes de tudo para se perpetuar no poder e manter as suas boquinhas abastecidas. Afinal, Campos sempre serviu de trampolim eleitoral para o populismo rosa e a sua perversa filosofia de preferir a pobreza ao pobre.

Rosáceos não conseguiram esconder a euforia com a perda da Italac para Itaperuna

No grupo do prefeito Wladimir Garotinho a fome pelo poder está muito acima da vontade de ver a cidade de Campos crescer e se desenvolver.

Neste final de semana os aliados do prefeito Wladimir divulgaram, excitados e eufóricos, a desistência da Italac de instalar uma fábrica em Campos. A comemoração se deu por pura birra, inveja e picuinha. Tudo porque a articulação para a vinda da fábrica estava sendo feita pelo secretário estadual de Governo, Rodrigo Bacellar.

Apropriação indébita e direito autoral

Pior ainda, um deles, sem a menor ética, apropriou-se indevidamente de uma arte e foto do Somos Online para divulgar a sua satisfação com a enorme perda para o município. Despreparado, desinformado, ou acreditando na impunidade, atropelou a lei que rege os direitos autorais, o que pode levar a uma Ação Indenizatória.

Essa arte de capa do Somos Online foi descarada e indevidamente alvo de apropriação indébita

Birra de garotinhos e política de rodapé

A atitude dos “garotinhos”demonstra que, para eles, não importa geração de empregos, de renda, e uma cidade mais forte. Só importa o poder pelo poder e a vaidade cega de quem não sabe trabalhar em conjunto.

Até quando Campos vai ficar refém dessa política pequena e rasteira de quem vive em torno do próprio umbigo?

NENHUM COMENTÁRIO