Mudança de partido de Wladimir é repudiada pelo vice-presidente do PRP/RJ

0

“…é o modus operandi da família”…

Nessa quarta-feira, o vice-presidente regional do PRP no Estado do Rio de Janeiro Demerval Casemiro manifestou-se em sua rede social sobre a mudança de partido de Wladimir Barros Assed Matheus de Oliveira, vulgo Wladimir Garotinho, eleito deputado federal pelo PRP, e não poupou adjetivos pouco lisonjeiros, como “o eivado caráter do velho morubixaba e seu assecla que para alcançar suas metas pessoais usam de todos os artifícios e passam por cima da idoneidade e fidelidade”, Leia o texto completo abaixo:

DNA de Garotinho

“Tenho acompanhado na mídia durante a última semana rumores de que o deputado federal Wladimir Garotinho, eleito pelo PRP, partido do qual respondo pela vice presidência no Estado, está de saída a caminho de outra legenda. Quero registrar que o PRP abriu as portas para a família Garotinho com uma certa resistência interna mas acreditando no projeto. Se as notícias da imprensa se confirmarem, irão atestar o eivado caráter do velho morubixaba e seu assecla que para alcançar suas metas pessoais usam de todos os artifícios e passam por cima da idoneidade e fidelidade de quem quer que seja para satisfazer seu sadismo e egocentrismo. Gostaria de estar surpreso, mas parece que é o modus operandi da família, é o jeito Anthony Garotinho de se relacionar”.

Conveniente desculpa

O motivo, ou desculpa, pela iminente troca de partido de Wladimir poderia ser o fato do PRP não ter atingido o coeficiente mínimo de votos, sendo atingido pela Cláusula de Barreira que impede o acesso do partido às cobiçadas verbas dos recursos públicos do fundo partidário e também veda o acesso ao tempo de TV. Mas há quem diga que a Cláusula de Barreira seria apenas uma conveniente desculpa para obedecer a orientação de Garotinho que sofreu uma descompostura pública passada pela presidente do Partido Republicano Progressista/RJ Eliane Cunha, taxado por ela de “candidato sem palavra, sem voto, sem compromisso e sem responsabilidade.

Colegas de partido repudiam

Nos comentários da postagem, colegas de partido criticaram a família Garotinho e comemoraram a saída de Wladimir:

“Sua saída, será muito bem vinda”…

“Confesso que quando estive no lançamento das candidaturas dos nossos pré candidatos que representam Angra dos Reis e que o próprio garotinho esteve por lá e discursou, eu fiquei muito, mais muito desacreditada, por todo o histórico político desta família, que seus interesses sempre foram escusos, sua saída, será muito bem vinda, não? (Valentina Cortezzi (PRP)

“Tenho até vergonha em dizer que o mesmo faz parte do nosso Partido”

“Parece que foi ontem que conversávamos sobre tais elementos na Sede Estadual do nosso PRP. Entendo que será uma grande vitória para a nossa sigla a “a saída” do citado cidadão. Particularmente, tenho até vergonha em dizer que o mesmo faz parte do nosso Partido. Nossa imagem partidária fica “suja”, “obscurecida” e será  um alívio a sua saída…..e q seja feliz por lá”. (Gilberto Gonçalves Pereira (PRP)

NENHUM COMENTÁRIO