Ministério da Saúde orienta vacinação contra sarampo

0

Para aumentar a proteção contra a possibilidade de ocorrência de novos casos de sarampo, crianças de seis a menores de um ano de idade deverão ser vacinadas contra a doença, caso tenham de viajar para municípios que estejam em surto. Ao todo, 39 municípios nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Pará apresentam surto ativo de sarampo no Brasil.

A recomendação é agendar para os 12 meses a administração da vacina tríplice viral e para os 15 meses a dose da vacina tetra viral, conforme previsto no Calendário Nacional de Vacinação

O que é sarampo

O sarampo é uma doença infecciosa aguda, extremamente contagiosa e comum na infância. Pode levar a infecção nos ouvidos, pneumonia, convulsões, lesão cerebral e até morte. Entre os principais sintomas estão febre, irritação ocular, corrimento nasal e manchas avermelhadas pelo corpo.

Infecção muito contagiosa

Essa doença é uma infecção muito contagiosa, que pode ser contraída por pessoas de qualquer idade, mas é mais perigosa para as crianças, inclusive podendo levar à morte. Por isso, a orientação do Programa Nacional de Imunizações do Ministério da Saúde é aplicar uma dose da vacina tríplice viral com pelo menos 15 dias antes da data da viagem. Julio Croda, diretor do Departamento de Imunizações e Doenças Transmissíveis do Ministério da Saúde, explica mais sobre a medida.

Transmissão pelo ar

“O sarampo é uma doença que é transmitida pelo ar e é uma das doenças que têm maior transmissibilidade. E nesse sentido é que essa vacinação é feita 15 dias antes porque a criança precisa produzir anticorpos e estar imunizada. Esse tempo é necessário justamente. Em um momento de surto, e como essa população apresenta maior risco, a gente faz essa dose extra da vacina nas crianças entre seis meses e um ano, então é uma dose extra”.

É importante ressaltar que a chamada “dose zero” não substitui a vacinação de rotina. Então, independente do planejamento de viagem para locais com surto ativo de sarampo ou não, a recomendação é agendar para os 12 meses a administração da vacina tríplice viral e para os 15 meses a dose da vacina tetra viral, conforme previsto no Calendário Nacional de Vacinação. A lista completa de municípios brasileiros que apresentam surto ativo de sarampo é atualizada toda a semana e pode ser acessada AQUI.

No Estado do Rio de Janeiro:

Rio de Janeiro, Paraty e Nilópolis

NENHUM COMENTÁRIO