Garotinho passa Dia das Mães em Campos fiscalizado pela Polícia Federal

0

samira-1Em um gesto humanitário, o juiz Ralph Manhães permitiu que Garotinho passasse o Dia das Mães em Campos. Afinal, a simpática D. Samira, do alto do seus 85 anos, não tem culpa das trapalhadas do filho.

Mas a permissão é exclusivamente para essa finalidade e será fiscalizada de perto pela Polícia Federal, pois ele está proibido de pisar em sua terra natal sem autorização judicial, como uma das medidas cautelares impostas para sair da cadeia em Bangu após a sua prisão por acusações da Operação Chequinho, a escandalosa compra de votos com Cheques Cidadão pagos com dinheiro público que levou dezenas dos seus militantes às barras da justiça, inclusive a sua esposa Rosinha, sendo que alguns já fora presos e muitos já foram condenados, 13 esperam as suas sentenças, e ele e Rosinha deverão ser os últimos a ouvir o bater do martelo.

Visita com restrições, descumprimento sujeito a punição

Em sua visita a Campos para o Dia das Mães foi estabelecido o horário de permanência a partir de 15h de hoje, até o final do dia de domingo.

O juiz Ralph Manhães alerta: “Fica, entretanto, vedada qualquer participação em outros eventos sociais, reuniões ou contato com testemunhas ou demais réus das ações penais. Qualquer descumprimento desta determinação importará em quebra da medida cautelar imposta ao denunciado”.

 Manda quem pode, obedece quem tem juízo…

NENHUM COMENTÁRIO