Franceses e brasileiros visitam instalações de tratamento de água e esgoto em Campos

0

“6º Seminário Itinerante Franco Brasileiro Cidades e Rios da História do Brasil”

Nesta terça-feira, uma comitiva de professores brasileiros e franceses participantes do intercâmbio do “6º Seminário Itinerante Franco Brasileiro Cidades e Rios da História do Brasil”, promovido pela Universidade de La Rochelle, Universidade Estadual de Goiás e Universidade Estadual do Norte Fluminense (UENF), visitou a ETE Esplanada, e a ETA Coroa, importantes instalações da Concessionária Águas do Paraíba, responsável pelos serviços de tratamento de água e esgoto em Campos dos Goytacazes. A empresa integra o Grupo Águas do Brasil, responsável pelo tratamento, distribuição e abastecimento de água com qualidade, em quantidade, com flúor, além de coleta e tratamento de esgoto para cerca de quatro milhões de pessoas no Rio de Janeiro, São Paulo e Minas Gerais, e presente em quatorze municípios desses estados.

Recepção bilíngue

O coordenador de comunicação social da concessionária Aldefran Lacerda, ao lado da pesquisadora da Universidade Estadual do Norte Fluminense Tetê Peixoto, recebeu os visitantes franceses com uma detalhada explanação do funcionamento das unidades na língua pátria dos visitantes e, também, em português para os professores brasileiros.

Representantes da Águas do Paraíba recebem a comitiva Franco Brasileira na ETE Esplanada
A pesquisadora da Universidade Estadual do Norte Fluminense Tetê Peixoto

Números que surpreendem

Os professores visitantes ficaram surpreendidos com as estatísticas de Campos dos Goytacazes, cidade com quase meio milhão de habitantes, com mais de quatrocentas mil pessoas sendo atendidas por cinquenta e quatro estações de tratamento de água, inclusive, na zona rural, sete estações de tratamento de esgoto que levam o tratamento e a distribuição de água a 98% da população, e a coleta e afastamento de esgoto em índice superior a noventa por cento. Um sistema que integra duzentas elevatórias para o transporte de esgoto em segurança, quase um mil quilômetros de redes de esgoto e, ainda, uma rede de mil e duzentos quilômetros de água.

NENHUM COMENTÁRIO