Delação de “Rei Arthur” atinge Rosinha, Garotinho e Sérgio Cabral em cheio

0

O empresário Arthur Soares, o “Rei Arthur”, denunciado pelo Ministério Público pela compra de votos para a Olimpíada de 2016, atualmente foragido em Miami, está negociando a sua delação premiada.

Com 55 anexos, a delação promete balançar palácios, castelos e até casinha na Lapa, destrinchando negócios pouco recomendados com três ex-governadores: o casal Rosinha Garotinho e o marido Anthony Garotinho, e Sérgio Cabral, e, de quebra, boa parte dos caciques da política fluminense.

Era tanto dinheiro que Garotinho teria pedido ao “Rei Arthur” para guardar 10 milhões em três malas

Da coluna de Lauro Jardim, em O Globo

Segundo o conceituado jornalista Lauro Jardim que publicou a notícia em sua coluna, na edição desse domingo (16/6/19) do Jornal O Globo, seria tanto dinheiro de propina em espécie que Garotinho estaria com dificuldades para guardar:

“O rei Arthur narra também o dia em que foi chamado ao Palácio Laranjeiras por Garotinho, que tinha uma demanda inusual. O então governador “estava com dificuldade em guardar dinheiro” (a propina era paga em espécie). E pediu que Arthur guardasse a grana para ele. Eram R$ 10 milhões, entregues em três malas”. (L. Jardim)

Motivo da briga?

Ainda não foi noticiado se o “Rei Arthur” teria ou não devolvido os 10 milhões a Garotinho, e se a segunda hipótese teria despertado a ira de Garotinho contra o empresário Arhur Soares.

Mais uma bomba na Facção Rosa

A notícia caiu como uma bomba entre a Facção Rosa, já abalada esta semana pela decisão do juiz Leonardo Cajueiro, da 2ª Vara Criminal de Campos, que acatou a denúncia do Ministério Público e determinou o bloqueio de R$ 18.047.277 milhões de reais do casal para cobrir o valor desviado do programa social Cheque Cidadão da Prefeitura de Campos, segundo o MP, durante a gestão Rosinha, como prefeita do município, e Garotinho, quando foi secretário de Governo. O escandaloso esquema foi desbaratado pela “Operação Chequinho”, da Polícia Federal.  Na decisão, o juiz também determinou medidas cautelares a Garotinho, como recolhimento domiciliar no período noturno e nos dias de folga, utilização de tornozeleira eletrônica e proibição de vir a Campos ou a escritórios de representação no município em quaisquer componentes da federação, proibição de manter contato com testemunhas do processo e suspensão do exercício de função pública.

Leia no link abaixo a notícia de Lauro Jardim na íntegra:

https://blogs.oglobo.globo.com/lauro-jardim/post/o-que-rei-arthur-tem-dizer-ao-mpf.html

O Somos Online está a disposição para publicar as explicações do casal Rosinha e Garotinho, se as tiverem e quiserem divulgar

NENHUM COMENTÁRIO