Consumo chinês dobra o preço do churrasco do brasileiro

0

O consumidor já está pagando mais caro nos cortes de carne (bovinos, suínos e frango), o que deixa o churrasco de fim de ano mais salgado. Os motivos da alta são o período da entressafra e a demanda da China que impulsiona preços em todo o mundo.

O preço do acém subiu de R$ 13,00 para R$ 20,00, o contrafilé foi de R$ 19,90 para R$ 32,00 e o quilo do filé mignon está saindo por R$ 50,00. Esses são alguns exemplos da alta no preço da carne.

O principal motivo é o aumento das exportações para a China, após a produção de proteína animal no país ser atingida pela peste africana. Para abastecer o mercado interno, os chineses se viram obrigados a recorrer a importações.

Com isso, explica o professor da FGV-RJ Mauro Rochlin, a oferta no Brasil acabou diminuindo, o que provocou essa alta nos preços.

De acordo com o economista, o impacto deve atingir outras proteínas animais, como frango e peixe, que tendem a ser mais procuradas pelo consumidor.

NENHUM COMENTÁRIO