Campos começa 2020 a todo gás atraindo investimentos de R$ 2 bilhões em energia limpa

0

A E4 Brasil e a Amazonica Energy deram um passo importante com a Prefeitura de Campos dos Goytacazes. Assinaram cartas de intenções para implantação de Usina de Energia Solar e Central de GNL.

A Joint venture vai gerar energia limpa e criar mais de três mil empregos diretos durante implantação de usina fotovoltaica e terminal de gás natural liquefeito (GNL)

Com investimento de R$ 2 bilhões para a criação de uma usina de energia fotovoltaica e um terminal de gás natural liquefeito (GNL), o município de Campos dos Goytacazes será contemplado com a geração de 200 megawatts de energia limpa.

Segundo os responsáveis pelas empresas E4 Brasil e Amazônica Energy a atração do investimento de R$ 2 bilhões para Campos só é possível devido a gestão Rafael Diniz.

A iniciativa possibilita atender mais de 600 mil residências podendo beneficiar municípios como São Francisco do Itabapoana, São João da Barra e Quissamã. Já nos próximos meses, serão gerados mais de três mil empregos diretos e cerca de 07 mil indiretos durante a implantação do empreendimento – resultado de uma joint venture entre as empresas E4 Brasil e a Amazônica Energy.

“A articulação do prefeito Rafael Diniz no que diz respeito ao anel viário é o ponto de partida para a chegada de nossa equipe ao município. Temos feito estudos em todo o Estado do Rio de Janeiro e Campos tem total aptidão para receber uma usina de energia fotovoltaica, mas, só nessa gestão criou-se a possibilidade de chegada de investidor trazendo energia de qualidade, limpa e que possibilitará a atração de diversas indústrias”, avaliou Edmar Borralho, diretor de negócios da E4 Brasil.

Em novembro, último, foi assinado um termo de intenção entre a Prefeitura, a E4 Brasil e a Amazônica Energy para a criação da usina e do terminal GNL.

As empresas

A E4 Brasil e a Amazonica Energy se uniram em uma parceria comercial para prospectar e desenvolver negócios, associando experiência e conhecimento especializado na estruturação, desenvolvimento e implementação de empreendimentos de infraestrutura e energia, adotando o conceito de sustentabilidade como premissa para a retomada do crescimento econômico no Estado do Rio de Janeiro.

Oportunidades

Essa parceria contempla um portfólio de projetos preconcebidos:

Implementação de empreendimento de geração de energia fotovoltaica.

Implementação de empreendimento de infraestrutura de gás natural, contemplando terminais de regaseificação de gás natural liquefeito, contemplando a estocagem, liquefação, processamento, regaseificação e a distribuição, de modo a integrar o mercado consumidor em todo o estado do Rio de Janeiro, com vistas à substituição da matriz energética de diesel e óleo pesado por gás natural.

NENHUM COMENTÁRIO