Cai habeas corpus dado por Siro Darlan e justiça ordena prisão de Garotinho e Rosinha

0

A casa caiu…

O habeas Corpus que mantinha Garotinho e Rosinha em liberdade foi derrubado com o placar 2×1 pela 2ª Câmara Criminal do TJ/RJ, que expediu os mandados de prisão imediata para Rosinha e Garotinho.

A prisão foi decidida no âmbito das acusações de organização criminosa nos contratos firmados com a Odebrecht para a construção de casas populares, durante os dois mandatos de Rosinha como prefeita de Campos, entre 2008 e 2016.

O casal esteve em liberdade por força de um pouco recomendado habeas corpus concedido em setembro monocraticamente pelo desembargador Siro Darlan, durante um plantão judicial.

NENHUM COMENTÁRIO