Audiência da Chequinho na paz, sem esperneio ou cantoria. Garotinho não veio

0
Garotinho calado é um poeta...

Para tranquilidade dos profissionais e das testemunhas presentes à Audiência de Instrução e Julgamento de hoje da “Chequinho”, o ex-co-prefeito de Campos Garotinho, réu na ação penal que julga a escandalosa compra de votos com Cheques Cidadão pagos com dinheiro público não esteve presente.

Garotinho, acusado de liderar, obstruir provas e ameaçar testemunhas do processo, foi dispensado pela justiça e não compareceu.

A audiência foi iniciada às 13h na sala da 2ª Vara de Família e o juiz Ralph Manhães ouviu 33 testemunhas.

Esperneio

garotinho-esperneio-deitada

No último dia 16 de novembro, Garotinho foi preso, e protagonizou a famosa e ridícula cena de esperneio antes de ser levado para passar uma noite em Bangu por conta da “Chequinho”, mas foi solto pela generosa ex-ministra Luciana Lóssio no dia seguinte.

Futuro incerto

Ainda não sabe o que o futuro reserva para o ex-co-prefeito de Campos e para a sua esposa Rosinha, a ex-prefeita de Campos e ordenadora de despesas durante o fenomenal aumento pré-eleitoral de inscrições no programa Cheque Cidadão que desembocou na “Operação Chequinho”, levando à prisão vários vereadores e gente do alto escalão do seu governo, e impedindo a diplomação e posse de vários correligionários. Mas, apesar de tudo e todas as tentativas de postergações e impedimentos, a Justiça continua seguindo o seu caminho.

NENHUM COMENTÁRIO