Abaixo-assinado contra aumento de salário do STF supera um milhão de assinaturas em 24h

0

Diante da aprovação pelo Senado de um aumento de 16% para os salários dos ministros do STF. Que vão pular de 33,7 mil para 39,2 mil, só de salário, o partido Novo criou um abaixo-assinado online contra a decisão no site change.org.

O abaixo-assinado lembra que “o último obstáculo a mais esse desrespeito ao dinheiro público é o presidente Michel Temer, que pode vetar a proposta”.

Chega de pagar a conta da velha política. O momento é de responsabilidade fiscal.”

Nota da redação Somos Online

Ao apagar das luzes

A maioria dos brasileiros repudia fortemente o pouco recomendado aumento concedido pelo senado aos ministros do STF. A inconveniência vai causar um efeito cascata nas folhas de pagamento, onerando a “bolsa da viúva” em cerca de 4 bilhões de reais, justamente em um momento de troca de governo. Além disso, o projeto foi aprovado em sua maioria por senadores que não foram reeleitos, e a cerca de 20 dias para deixar os seus mandatos. Um verdadeiro “Cavalo de Tróia” deixado às portas de Bolsonaro por um grupo de rejeitados pelo povo nas urnas.

Seria de bom tom, e um grande exemplo, além de ficar muito bonito…, se suas excelências, lá de dentro das suas negras e sisudas togas, decidissem transferir a decisão do inoportuno aumento para o próximo Senado a assumir no dia 1/1/19. O Brasil aplaudiria de pé esse nobre gesto da sua mais alta corte.

 Texto do Abaixo-assinado

“Chega de pagar a conta da velha política. O momento é de responsabilidade fiscal.

O Senado aprovou, no último dia 7/11 (quarta-feira), por 41 votos a 16, o aumento dos salários dos ministros do STF. Os salários passam dos atuais R$ 33 mil para R$ 39 mil, com impacto de R$ 6 bilhões por ano nas contas nacionais. O último obstáculo a mais esse desrespeito ao dinheiro público é o presidente Michel Temer, que pode vetar a proposta, aprovado em sua maioria por senadores que não foram reeleitos, estando a cerca de 20 dias para deixarem os seus mandatos.

O plano dos parlamentares é aumentar o salário dos ministros do STF para ampliar o teto constitucional, assim conseguem aumentar os próprios salários e os de outras funções públicas. Isso causa um efeito cascata e retroativo que o Brasil não suporta mais, com graves consequências posteriores para estados e municípios, muitos já em situação de calamidade financeira. 

Assine a petição do Partido NOVO para pressionar o presidente Michel Temer a não sancionar o aumento. Não se esqueça também de usar as hashtags #AumentoNão e #VetaTemer em todas as redes sociais e compartilhar com os amigos e familiares.”

Assine Aqui

NENHUM COMENTÁRIO