Raquel Dodge quer julgamento de Garotinho com prioridade

0

A aparente tranquilidade de Garotinho em relação à condenação de 9,11 anos de cadeia na Chequinho, o mega esquema de compra de votos com Cheques Cidadão, pagos com dinheiro público, se depender da Procuradora Geral da República Raquel Dodge está perto de acabar. Ela que prioridade para julgamento de Garotinho.

Mais uma vez a Procuradora Geral da República Raquel Dodge solicitou que o Supremo Tribunal Federal revogue a liminar que impede o julgamento de Garotinho em 2ª Instância, na Ação Penal em que responde pelos crimes de corrupção eleitoral, associação criminosa, supressão de documento público e coação, já condenado em 1ª Instância a 9 anos, 11 meses e 10 dias de cadeia.

Raquel Dodge solicita a prioridade na tramitação do recurso e a posterior revogação da liminar, indicando que “a eventual demora no julgamento pelo órgão colegiado competente do STF poderá trazer prejuízo irreversível à sociedade e às eleições de 2018”.

E ainda aponta que “Como a condenação do paciente seria seguramente confirmada, tendo em vista o amplo conjunto probatório colhido ao longo das investigações, que apontam para a prática de graves crimes por parte de Anthony Garotinho, sua inelegibilidade seria consequência natural do julgamento do referido recurso de apelação”.

Caso a sua solicitação seja acolhida, virá chumbo grosso para o ex-governador que, caso seja condenado nessa instância, deverá passar a cumprir imediatamente a sua pena de prisão.

NENHUM COMENTÁRIO