O jogo sujo da Facção Rosa é desmascarado em vídeos

1

A mentira tem pernas curtas e, às vezes, gordinhas…

Manipulando pessoas simples

A cada dia que passa os militantes da Facção Rosa ficam mais atolados na lama das suas próprias mentiras.

Seguindo os péssimos exemplos dos seus líderes, e também do sub-líder, eles não se cansam de inventar fatos, criando fakes, espalhando boatos, fazendo montagens e, como se vê agora, explorando, manipulando e enganando pessoas simples, chegando ao ponto de oferecer a um funcionário municipal o pagamento da sua conta d’água para que ele aceitasse gravar um vídeo com críticas e ofensas ao prefeito Rafael Diniz.

Mas, como não cumpriram a promessa do pagamento, o funcionário conhecido como “Aranha”, uma pessoa simples, arrependeu-se de ter gravado o vídeo sob a orientação de um ex-vereador condenado na Chequinho e resolveu contar a verdade ao sr. Marciano da Hora em outro vídeo.

Confira abaixo:

O vídeo da mentira

O vídeo da verdade

A receita da maldade e o campo minado deixado por Rosinha e Garotinho

O mais lamentável é que, mesmo após arrasar o município, prejudicando indiscriminadamente a todos os campistas, a Facção Rosa ainda insiste em seu lema de “quanto pior, melhor” em suas tentativas de atingir a gestão do prefeito Rafael Diniz, que derrotou fragorosamente a inconformada Facção nas urnas e, agora, luta bravamente para administrar um município deixado como terra devastada, um verdadeiro campo minado, permeado de “bombas” herdadas de Rosinha e Garotinho.

Bombas na conta dos campistas

Esse jogo de mentiras é cruel. Como se não bastassem as contas da ex-prefeita Rosinha, reprovadas pelo TCE por diferenças de muitos milhões, o escândalo do rombo do PreviCampos de R$ 383.432.979,49, investigado pela Polícia Federal na operação “Encilhamento”, desdobramento da “Operação Papel Fantasma”, a “Venda do futuro” que comprometeu as finanças de Campos por 20 anos, e agora o “pendura” dos precatórios de 68 milhões também deixados pelos Garotinho para a atual administração pagar.

Já passou da hora de deixar Campos trabalhar em paz para se recuperar das temerárias administrações anteriores.

1 COMENTÁRIO