Abstinência de Mídia faz Garotinho requentar a história do louro que invadiu a sua cela

0

Demonstrando estar sofrendo de grave Síndrome de Abstinência de Mídia, Garotinho requentou aquela histriônica história do “Louro do Taco Envernizado” que visitou a sua cela na madrugada, avisando que às 9h dessa quinta-feira revelaria, em seu blog, quem teria enviado o suposto agressor à sua cela e, dessa vez, escondendo o famoso “Taco Envernizado”…

Divulgado em vermelho em seu blog em 27/12/17:

“Urgente! Nesta quinta-feira, às 9h, você vai conhecer a verdade sobre quem mandou Garotinho ser espancado na cela de Benfica”

Sensacionalismo barato

Mas tudo não passou de um mal enjambrado golpe publicitário utilizando um “bilhete”, totalmente sem provas de autoria ou veracidade, para acusar seu ex-companheiro de presídio, o ex-governador Sérgio Cabral, que continua na Cadeia Pública de Benfica, de onde Garotinho saiu após divulgar a mirabolante história.

Segundo Garotinho, o bilhete teria sido entregue por um detento:

Bilhete-taco-1-x

Na realidade, com a sua condenação a quase dez anos de cadeia na Chequinho e a sua prisão preventiva sob investigação da operação “Caixa D’Água, braço da Lava Jato, por 29 dias, seu público se afastou, seu programa na Tupi foi cancelado, e ele está sendo relegado ao ostracismo da política estadual, vendo seu sonho de novamente chegar ao Palácio da Guanabara ir por terra.

Essa receita parece estar levando Garotinho ao desespero de utilizar sua velha e desacreditada ferramenta de criar fatos e suas versões dos fatos para se auto promover.

Relato de Garotinho

Um homem de cabelos claros, olhos castanhos, aparentando 35 anos, tendo aproximadamente mais de 1,70m, por volta de 1h30, entrou na galeria e em seguida na cela, e disse ao ex-governador: “Desce daí” (ele estava na parte de cima do beliche). Em seguida o homem, vestindo blusa azul clara, calça jeans e sapato preto, disse: “Você gosta muito de falar, né?”, e em seguida desferiu uma violenta paulada na rótula da perna direita, logo abaixo do joelho, conforme podem ver na foto abaixo. Logo depois vendo que Garotinho havia se curvado diante da intensa dor, o homem meteu a mão na cintura e puxou uma pistola prateada que encostou próximo ao rosto dele e disse: “Você não vai morrer hoje para não sujar para pessoal aqui do lado”, apontando na direção da galeria C, onde estão os presos da Lava Jato, incluindo Sérgio Cabral, que foram denunciados por Garotinho. Em seguida o homem completou: “Mas vou deixar uma lembrancinha pra você”, e aproveitando que Garotinho estava descalço pisou com o salto do sapato esmagando os dedos do pé direito, cuja radiografia acusou fissura óssea entre o segundo e o terceiro dedo, causando um hematoma de grande proporções”.

Leiam com atenção esses trechos:

 A) “Um homem de cabelos claros, olhos castanhos, aparentando 35 anos, tendo aproximadamente mais de 1,70m”

NR: Estava escuro, mas ele notou a cor dos olhos do “homem”, a idade e a altura…

 B) “O homem, vestindo blusa azul clara, calça jeans e sapato preto, disse: “Você gosta muito de falar, né?”, e em seguida desferiu uma violenta paulada na rótula da perna direita”.

NR: Homem não veste blusa azul, mas sim camisa ou camiseta… Garotinho não fala mais no “Taco Envernizado”. Não deve ter ficado bem para a sua imagem…

C) “… o homem meteu a mão na cintura e puxou uma pistola prateada que encostou próximo ao rosto dele.”

NR: Nem mesmo os agentes penitenciários podem entrar na áreas internas do presídio portando armas de fogo. E para chegar à cela teria que passar por 12 controles de segurança.

Pela culatra

Por certo que Garotinho conseguiu um pouco do espaço que queria ocupar na mídia, mas não exatamente da forma que gostaria. Com essa história, tão ridícula, quanto inverossímil, O ex-governador está mostrando ao público quem realmente é, e o seu desgastado modus operandis.

NENHUM COMENTÁRIO