Semana de derrotas para a Facção Rosa

0

Dolorosa vacina

Thiago Virgílio
Thiago Virgílio

A segunda-feira não foi das melhores para a facção rosa. O vereador Thiago Virgílio (PTC), o “Pit Bull Rosa”, fiel escudeiro de Rosinha e Garotinho, teve confirmada pelo TRE a sua sentença de primeira instância na Chequinho, o mais desavergonhado esquema de compras de votos já visto em Campos, e pagos com dinheiro público através do programa social Cheque Cidadão.

Agora resta a Thiago percorrer o mesmo caminho do colega Jorge Rangel e aguardar o julgamento do seu pedido de Embargo de Declaração, logo após o recesso de fim de ano. Caso seja negado, ele também terá que deixar a sua cadeira na Câmara até o julgamento de eventual recurso ao TSE.

No que tange ao réu, Thiago Virgílio, este efetivamente entregou pelo menos 487 cartões aos beneficiários por ele indicados, conforme documento constante de fls. 247 do apenso ao IPL 236/2016, diretamente e indiretamente.

Caminho de casa

Jorge Rangel
Jorge Rangel

Nessa segunda-feira, o plenário do TRE rejeitou os Embargos de Declaração do vereador Jorge Rangel (PTB) que terá que deixar a Câmara antes do julgamento de um provável recurso no TSE. Jorge Rangel havia sido condenado em primeira instância da Chequinho e teve seu recurso negado por unanimidade pelo TRE em 16 de outubro.

Sua cadeira vai ficar para Joilza Rangel (PSD).

“Quanto ao denunciado Jorge, este, conforme a denúncia, entregou efetivamente 1.038 cartões aos beneficiários, em troca do voto, conforme documento de fls. 247 do apenso ao IPL 236/2016, direta e indiretamente

Linda Mara é a bola da vez dessa terça-feira

Linda Mara
Linda Mara

Mas as desventuras em série dos integrantes da facção rosa não terminaram nessa segunda-feira. Amanhã, estará na pauta do TRE a vereadora Linda Mara Silva (PTC), também envolvida na Chequinho, quando esteve foragida até ser presa e, posteriormente condenada pelo O juiz Ricardo Coimbra, da 76ª Zona Eleitoral de Campos, anos e 04 meses de prisão em regime semiaberto por participação no “escandaloso esquema” de troca de votos por Cheque Cidadão na última eleição municipal em Campos.

A denunciada Linda Mara, efetivamente entregou aproximadamente 1.518 cheques cidadãos aos beneficiários por ela indicados em troca de votos, conforme documentos de fls. 247, do apendo ao IPL 236/2016.”

Ozéias na pauta de quarta-feira

Ozeias
Ozeias

Na quarta-feira será a vez do vereador Ozéias (PSDB) figurar na pauta do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) com o julgamento do seu recurso contra a condenação em primeira instância da Chequinho. Ele foi condenado na Chequinho pelo  juiz Ricardo Coimbra, da 76 Zona Eleitoral pela prática do crime tipificado no art. 299 do Código Eleitoral (Corrupção eleitoral), 956 vezes na forma do art. 71 do CP combinado com o crime tipificado no art. 288 do CP na forma do art. 69, também de CP (associação criminosa).

Líder do “escandaloso esquema” foi condenado a quase 10 anos

Garotinho chegando ao presídio
Garotinho chegando ao presídio na caçamba do camburão da Polícia Federal

O primeiro sentenciado criminalmente foi Garotinho (PR), condenado há quase 10 anos em regime fechado por liderar o “escandaloso esquema”. Ele chegou a ficar em prisão domiciliar, mas a medida foi revogada pelo TSE. Atualmente, Garotinho está preso em Bangu 8, mas como desdobramento da operação Caixa D’água.

NENHUM COMENTÁRIO