Ele não desiste, e nem mede as consequências…

0

O disparador de mentiras de Garotinho está cada dia mais turbinado. Além de mentir para os militantes da sua facção Rosa com fantasiosas promessas de novas eleições que não se realizaram, ele continua em sua incansável saga de mentiras, capazes de envergonhar até Gepeto, o criador de Pinóquio.

Mentiroso em série

Depois de publicar fotos montagens primárias como se de verdade fossem, divulgar vídeos de pacientes sendo carregados pelas escadas do Hospital Ferreira Machado na gestão de Rosinha, como se fosse na de Rafael, e publicar em seu blog diálogos que não aconteceram, e pelos quais está sendo processado, agora, saiu-se com o sua última peripécia, e também grave, devaneio, afirmando que o ex-diretor de Transporte da Prefeitura, Igor Suisso, teria saído algemado após a exoneração.

A exoneração do ex-diretor, que não se adaptou a linha de trabalho da equipe de governo, teria sido tomada com parte das mudanças que estão sendo efetuadas no governo Rafael Diniz. Muitas outras virão.

De algema Garotinho entende

Entre tantas invencionices, Garotinho omite que o subsecretário de Governo de Rosinha Thiago Calil foi preso e condenado por compra de votos, prática a que o próprio Garotinho está respondendo por conta da “Operação Chequinho”, a maior compra de votos com “Cheques Cidadão” pagos com dinheiro público, e aguardando a sentença para breve, com grandes probabilidades de percorrer o mesmo caminho para o presídio já percorrido por seus asseclas envolvidos no caso, muitos deles também às vésperas de uma condenação.

Zumbis Rosas

Esperneio sem pudor
Esperneio sem pudor

Talvez pelo enorme medo de ser novamente preso, como o foi, conduzido para Bangu esperneando sem o menor pudor ou dignidade, Garotinho tente agora tirar o foco do que está por vir, forjando máculas em seus adversários, ao criar fatos inexistentes para serem espalhados pelo ex-boquinhas de Rosinha, agora perfilados em seu Pelotão Zumbi Rosa das redes sociais, que repetem todas as bobagens e mentiras ordenadas pelo “mestre”, como o mantra de adoração dos desvairados caçadores das boquinhas perdidas.

Algemas a vista

A realidade é que o desespero tomou conta do líder da facção rosa com a proximidade da responsabilização por seus atos, muitos deles com potencial para levá-lo de volta a Bangu, ou mesmo à Casa de Custódia de Campos, devidamente algemado, esperneando ou não, como ele deseja impingir aos outros.

NENHUM COMENTÁRIO