Juiz rejeita defesa prévia de Wladimir e marca sua audiência da “Chequinho” para 19/10

0

Wladimir Garotinho (PR) não conseguiu se esquivar de sentar na frente do juiz por apresentar defesa prévia na Ação Penal do rumoroso caso da “Chequinho”, aquele da vergonhosa compra de votos com Cheques Cidadão pagos com dinheiro público.

O magistrado rejeitou os argumentos da defesa e faz questão que ele seja ouvido pessoalmente pelo juízo da 100ª Zona Eleitoral no dia 18 de outubro. Não deu para sair de fininho.

Wladmir Garotinho já está submetido a medidas cautelares que o impedem de ter contato com réus e testemunhas do caso, com exceção do seu pai, ausentar-se do município por mais de oito dias sem autorização prévia da Justiça; e de frequentar a Câmara Municipal, além de ser obrigado a apresentar-se mensalmente em juízo.

Já está tão acostumado com a visita ao Juízo, que nem deveria ter pedido para não ir…

NENHUM COMENTÁRIO