Wladimir Garotinho ganha muito e trabalha pouco, mas não está sozinho…

0

Após a salutar quebra de um ciclo político bastante questionado, tanto no âmbito popular, quanto no jurídico, nota-se agora, mais claramente, que muitas raízes, e até alguns espinhos, continuam recebendo o indispensável oxigênio que mantém viva essa estranha rosácea de muitas folhas.

 Ganha muito, trabalha pouco …

O filho da ex-prefeita de Campos Rosinha e do ex-co-prefeito Garotinho, Wladimir Barros Assed Matheus de Oliveira, ex-presidente do PR em Campos e coordenador de campanha do Deputado Estadual Bruno Dauaire (PR), lotado no gabinete do deputado como seu Chefe de Gabinete sob a matrícula 0419670-5, figurando na folha de pagamento da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro com o polpudo salário de R$ 14.838,53 líquidos, o equivalente a 16 salários mínimos do trabalhador, parece que precisa dar mais assistência ao cargo  que exige atenção constante.

Longe do Gabinete

Mas, apesar das responsabilidades no Rio de Janeiro, essa semana, em plena segunda-feira, Wladimir Garotinho, Chefe de Gabinete na Alerj, estava bem distante do seu posto “adubando” uma “manifestação política” em Campos contra a desativação do Restaurante Popular.

Ironicamente, o mesmo que foi municipalizado na gestão materna, já com a receita do município comprometida, e que ainda deixou de herança para os campistas um gigantesco débito mensal, exatamente, o que, agora, inviabiliza o seu funcionamento.

Ou seja, na realidade, o “protesto” contra Rafael deveria ser contra Rosinha e, em um dia de folga, de Wladimir na Alerj. Ainda não seria totalmente satisfatório, mas um pouco mais coerente.

Avis rara

Segundo fontes da Alerj, Wladimir Garotinho é muito tímido em suas aparições no local de trabalho, ao ponto de só observarem a sua presença no máximo de dois em dois meses. Uma verdadeira avis rara.

 Funções

O Chefe de Gabinete de um Deputado Estadual é o responsável pela administração do Gabinete e, pelo menos em tese, deveria trabalhar todos os dias, pois, na ausência do deputado, é ele quem comanda o Gabinete, inclusive, com a prerrogativa de assinar documentos de natureza administrativa do gabinete que chefia.

Incomum

Não é corriqueiro que o parlamentar libere o seu Chefe de Gabinete dessa função. Afinal, ele recebe o maior salário e responsabilidades. Com os dois ausentes, o gabinete fica sem comando oficial. Sendo, então, as funções do Chefe de Gabinete entregues a outro assessor, na hipótese que essas tenha sido oficialmente delegadas em publicação.

Sob as folhas não existe solidão

Além de Wladimir, vários rosáceos também constam em folhas de pagamento oficiais, como Thiago Godoy (PR), advogado de Garotinho e Rosinha, e candidato derrotado nas eleições para vereador em Campos; Cristiane de Almeida Silva, da equipe de Garotinho no programa na Super Rádio Tupi, e Raquel Acherman Abitan, mais umas das advogadas de Rosinha e Garotinho. Todos generosamente lotados no gabinete do Deputado Federal Dejorge Patrício (PRB), suplente de Clarissa Garotinho, e que ocupou a cadeira deixada por ela para assumir uma secretaria no Governo Crivella.

E tem mais…

Mas, entre muitos, outros rosáceos também não ficaram desamparados e foram abrigados sob outras folhas. Mas isso é material para uma próxima reportagem…

Resposta

Contatada, a assessoria do Deputado Bruno Dauaire disse que Wladimir estava no local usando o seu livre arbítrio de  participar do evento de forma democrática.

NENHUM COMENTÁRIO