Garotinho vira Judas na Lapa a pouco metros da famosa “Casinha”

0
Moradores da Lapa, vizinhos de Garotinho e Rosinha, fizeram um Judas do político

Moradores da Lapa, muitos deles vizinhos da famosa “casinha” rosa de Garotinho fizeram um Judas em sua “homenagem” e penduraram em um poste a poucos metros da sua residência. Segundo apurou a nossa equipe, a população local está revoltada com Rosinha e Garotinho que durante o último governo abandonou o bairro apesar de todas as promessa de campanha e com os últimas delações dos executivos da Odebrecht apontando Garotinho como beneficiário de repasses iliegais de 13 milhões de reais, ficando em 6º lugar entre os políticos que mais receberam dinheiro da empresa.

Garotinho vira Judas na Lapa
Garotinho vira Judas na Lapa

Roubaram os tênis do Judas

Observem que durante a noite foram roubados os tênis que o Judas. Alguém mais necessitado levou, certamente, terá os famosos 100 anos de perdão… Corre o risco de até o fim dia a população deixar o Judas pelado como ficou a cidade…

Deominda, secretaria de Rosinha e Garotinho, arrancou o Judas do patrão do poste
Deominda, secretaria de Rosinha e Garotinho, arrancou o Judas do patrão do poste

ATUALIZAÇÃO: Secretária tira Judas

A secretária particular de Rosinha e Garotinho, Deominda, parou um carro branco nas esquina rapidamente e retirou do poste o Judas do patrão às 12.10h e arrancou com o veículo levando o boneco.

Telhado de Barro

Segundo a tabela apresentada pelo delator Benedicto Barbosa da Silva ao Ministério Público, Garotinho teria recebido 13 milhões dee repasses só da Odebrecht sob o codinome “Bolinha”, que já é velho conhecido dos campistas, pois ele é chamado assim por sua esposa a ex-prefeita Rosinha que foi quem assinou o maior contrato da história do município no valor de 1,2 bilhão de reais exatamente com a Odebrecht, para construção das “Casinhas”, durante cerimônia com o, agora, delator Benedicto Barbosa da Silva que em suas delações acusa o casal. O apisódio está sendo chamado de “Telhado de Barro” e tem potencial para se tornar o maior escândalo da história do nosso município.

Somos – 13 de abril de 2017

“Telhado de Barro”: Rosinha, Garotinho, a Odebrecht e as “Casinhas”. A construção de uma cumplicidade”

Rosinha, Gartotinho e delatores da Odebrecht. Um jogo de cartas marcadas
Rosinha, Garotinho e delatores da Odebrecht. Um jogo de cartas marcadas

Em 2010 a Somos Assim avisou sobre os financiamentos de campanhas eleitorais

“A construção das casas populares foi uma das promessas de campanha de Rosinha Garotinho que, certamente, contribuiu para elegê-la prefeita de Campos. Prometendo 5,1 mil casas populares à população da periferia, Rosinha Garotinho conseguiu o voto do povo. Com a perspectiva de futuras licitações milionárias a grandes construtoras responsáveis pelo financiamento de sua campanha, ela ganhou o voto e o dinheiro de parte da classe alta. Mas a articulação das licitações entre empresas vai muito além da campanha de Rosinha para a Prefeitura Municipal. São as construtoras responsáveis, também, pelo financiamento das candidaturas de Garotinho e, como estamos em ano eleitoral, pode estar aí outra explicação para os estranhos acontecimentos em Campos.”

“Rosinha cumpre promessa:

357 milhões de reais, 5.100 casas populares, nenhuma coluna de concreto. Somente tijolo, uma camada de cimento no chão, uma fina laje e um telhado.”

Mal na fita

No ranking da Odebrecht, “Bolinha” ficou em 6º lugar, atrás de “Bonitinho” e na frente de “Belém” e “Fodão”. Tá feia a coisa, até na lista de caixa 2 ele está mal colocado…

Leia na íntegra AQUI

 

NENHUM COMENTÁRIO