Comentários

0

De fora

A Emec, empresa de contrato milionário para cuidar dos canteiros, é do Espírito Santo, ligada ao PR de lá, e irrigava o jardim da Lapa, em Campos…

Movimento

jonas-lopes-garotinho-1

 

Em seu novo programa, Garotinho pede delação: “Vamos fazer o movimento ‘Fala, Cabral’?”.

Eu sugiro o Movimento “Fala Jonas, fala tudo!”

 Sem crédito

Os ex-boquinhas de Rosinha que participam da campanha de difamação articulada pelo Coronel Bolinha estão sendo desbaratados simplesmente por falta de credibilidade. Nas redes sociais, eles entram e apanham… Ninguém aguenta mais tanta mentira.

 Previsão

Diferente do que foi visto durante a campanha eleitoral, o vereador Cláudio Andrade resolveu descolar a sua imagem do prefeito Rafael Diniz. Até aí nada demais, afinal, seu sonho é ser prefeito também. Quer ter vida própria… Se Diniz vier para reeleição, Andrade deverá ser um dos seus oponentes. Da facção rosa ainda não se deslumbra alguém que possa entrar nesse confronto.

Gentileza gera gentileza

Muito gentil, o juiz Glaucenir Oliveira nomeou o advogado Amyr Moussallem como dativo de Jorge Rangel (PTB), Kellinho (PR), Linda Mara (PTC) e Thiago Virgílio (PTC), réus “Chequinho”. Vai que os advogados deles se “esqueçam” de comparecer…

“Limpeza” na praça, 50% de economia

Nessa terça-feira, a Prefeitura de Campos assinou com a empresa Vital Engenharia Ambiental — responsável pela limpeza pública e coleta de lixo no município — um termo aditivo para que a concessionária passe a realizar a manutenção de praças e jardins. Segundo o secretário de Desenvolvimento Ambiental, Leonardo Barreto, a medida encontrada foi a mais viável dentro do princípio da economicidade e garantindo à população a continuidade e a qualidade do serviço.  Ele explica que foi feita uma auditoria pela comissão e gestão que considerou inviável manter o contrato anterior de R$ 1,5 milhão, por mês, com a empresa que prestava o serviço. Com o termo aditivo, a economia será de cerca de 50%. (ASCOM)

Filme velho – Lula nega tudo

Réu em ação penal, ex-presidente Lula prestou depoimento na 10ª Vara Federal de Brasília e negou ter tentado obstruir a Lava Jato, e disse que há três anos vem sendo vítima de um “massacre”: “Todo santo dia, no café da manhã, no almoço e na janta, alguém insinuando ‘tal empresário vai prestar uma delação e vai acusar o Lula, tal deputado vai prestar uma delação e vai acusar o Lula. Agora vou prender fulano, agora vão pegar o Lula, prenderam o Bumlai, vai delatar o Lula, prenderam o Delcídio, vai delatar o Lula, prenderam o Papa, vão delatar o Lula’. Estou esperando pacientemente. O senhor sabe o que que é o senhor acordar todo dia achando que a imprensa tá na porta de casa porque eu vou ser preso?”

Bola fora

O goleiro Bruno reclamou em sua primeira entrevista no Boa Esporte: “As pessoas correm de mim pelo que aconteceu no passado”.

Ué, ele queria o quê, que as pessoas corressem para abraçá-lo?

Gol contra

caio-vianna-c

E Caio hein? Pisou na bola outra vez…

No buraco do Metrô

A Lava Jato enquadrou mais dois. Heitor Lopes de Sousa Junior, diretor da Rio Trilhos, e Luiz Carlos Velloso, subsecretário de Turismo. A dupla foi ver o sol nascer quadrado, mas é tão azarada, que choveu…

Pátio Norte nas ruas

patio norte-1

Uma decisão administrativa, que concedeu efeito suspensivo ao Recurso Administrativo interposto pela M.H.A. dos Santos Parqueamento e Remoção de Veículos, trouxe de volta às ruas de Campos a controversa Pátio Norte. O decreto cita a “imperiosa necessidade de manutenção dos serviços concedidos”. Pois que seja breve e que evite ações de indenização por conta da intempestiva decisão de Rosinha e Garotinho que sabiam que o amanhã ficaria na conta do próximo governo. O maior mistério é a razão do cancelamento do contrato de uma empresa que sempre foi tão simpática ao casal… Fala Garotinho! Mas fale a verdade…

Patio-suspensivo

Lá & Cá

Em meio a um enorme “tiroteio” provocado pelos inúmeros problemas deixados por Neco, a prefeita de São João da Barra Carla Machado suspira e diz: “Estamos superando. Aqui, proporcionalmente, enfrentamos os mesmos problemas de Campos, mas sem essa militância irracional.”.

Gorjeta tem dono

O presidente Michel Temer sancionou sem vetos a lei que regulamenta a cobrança e distribuição de gorjetas em bares, restaurantes, hotéis, motéis e estabelecimentos similares. A taxa continua sendo facultativa, mas a lei considera gorjeta tanto o valor pago espontaneamente pelo cliente ao empregado, como o cobrado pela empresa, a qualquer título. A lei estabelece que a gorjeta não constituirá receita própria dos empregadores, destinando-se apenas aos trabalhadores. A forma como o rateio será feito será definida por meio de convenção ou acordo coletivo de trabalho, bem como a determinação do percentual a ser usado para custear encargos sociais, previdenciários e trabalhistas. No caso de empresas inscritas no regime de tributação federal diferenciado, o chamado Simples, é facultada a retenção de até 20% da arrecadação. No caso das empresas não inscritas em regime de tributação federal diferenciado, o percentual pode chegar a até 33%.

Durante a tempestade

Orlando Portugal: “A chuva é muito bem vinda, afinal, precisávamos muito. As ruas da cidade estão alagadas, mas não é culpa da nova administração da cidade, afinal de contas, 74 dias de governo não foram suficientes para limpar e fazer manutenção nos ralos da cidade. Vamos aguardar a próxima chuva. Em frente à nossa loja temos 50 cm de alagamento, mas, tudo bem, aguardo as próximas chuvas”.

Desabafo

César Tinoco: “Maduro seria um empresário torcer pela sua cidade, e não torcer para que tudo dê errado. Maduro seria esse mesmo empresário, reconhecer que o último governo levou oito anos e não conseguiu fazer as obras necessárias pra que esse problema (alagamentos) não acontecesse mais. Maduro seria esse mesmo empresário (que também foi secretário) ficar em silêncio e aguardar a chuva passar, agradecendo a Deus pela benção de estar molhando nossa terra que está muito seca. Não quero polêmica. Só um desabafo! Desculpem qualquer coisa”.

NENHUM COMENTÁRIO