Novo Porto de Macaé, liberado pela justiça, vai gerar 10 mil empregos

1

Com a deliberação do Tribunal Regional Federal da 2ª Região na tarde da última quarta-feira, Macaé em fim pode prosseguir com a construção do Terminal Portuário da cidade.

Dimensão

O Terpor prevê uma plataforma marítima com cerca de 90 mil metros quadrados, com área para atendimento de 14 embarcações de grande capacidade simultaneamente e uma área de 400 mil metros quadrados em terra de apoio à operação offshore. Serão 14 berços para atracação simultânea de supply boats de grande capacidade (inclusive as previstas para operar no pré-sal); calado operacional de 10 metros (suficiente para operação de todos os tipos de embarcações envolvidas neste tipo de operação); retroárea imediata offshore de 10 hectares e área de armazenagem onshore de 40 hectares com ligação direta através de ponte de acesso aos berços.

Segundo as estimativas, a previsão é de mais de 10 mil vagas diretas e indiretas com duração aproximada de 8 anos de obras. 

Batalha judicial

Macaé venceu a batalha judicial que estava atrasando a construção e implementação do Tepor (Terminal Portuário) na última quarta-feira (28). Depois de veiculado pela grande mídia, o CPG confirmou a veracidade das informações, portanto, é importante ressaltar que não se trata de especulação, mas de uma fato concreto e consumado pela própria EBTE Engenharia, empresa responsável pela engenharia do empreendimento.

Na época, uma organização ambiental de “São Paulo” entrou na justiça para impedir a instalação do Porto em Macaé

Passado todas as audiências públicas e deliberações ambientais que viabilizariam a instalação do empreendimento na cidade entre o segundo e terceiro semestre de 2018, uma organização não governamental denominada de Ama Brasil, conseguiu parecer favorável para suspensão da licença de construção do Tepor.

Segundo estimativas de figuras e entidades públicas do município de Macaé, serão gerados cerca de 10 mil postos de trabalho no pico do empreendimento. Junto com o Porto, outras obras seguem no encalço: A Transportuária que ligará o porto à BR 101 e as Termoelétricas que serão construídas no complexo industrial CLIMA, utilizando o gás de Cabiúnas.

Nota da ETBE – Empresa Responsável pela construção

“O TEPOR vem comunicar que foi proferida decisão que garante a implantação do Terminal Portuário de Macaé. A ordem foi proferida hoje no Pedido de Suspensão de Execução dos Efeitos da Sentença feito pelo Estado do Rio de Janeiro perante o Tribunal Regional Federal da 2ª Região. Para o deferimento da medida, o Presidente do TRF-2, o Desembargador Reis Friede, levou em conta questões jurídicas, técnicas e econômicas, tendo reconhecido a potencialidade lesiva à ordem pública que decorre da paralisação do licenciamento ambiental do TEPOR. A decisão destaca, assim, o interesse coletivo no empreendimento, em razão de todos os benefícios que repercutirão na sociedade, no Estado e no país como um todo. Dessa forma, tanto o licenciamento ambiental quanto à implantação do TEPOR estão devidamente asseguradas pela medida judicial”.

Com informações de Click Petróleo e Gás / Folha 1

1 COMENTÁRIO

  1. ESPERO QUE INICIE SE O MAIS RÁPIDO POSSÍVEL !!! POIS O TEMPO QUE DEMORA PARA SE FAZER UMA GRANDE CONSTRUÇÃO COMO ESSA DE GRANDE PORTE !!! DEMANDA MUITOS INVESTIMENTOS !!!! ACREDITO QUE O PRINCIPAL SEJA A PONTE E O ATERRO NO MEIO DO OCEANO !!! QUANDO A PONTE E O ATERRO SEREM FEITOS DE VERDADE !!! OUTRAS EMPRESAS INTERNACIONAIS IRÃO ASSUMIR ESSA GRANDE CONSTRUÇÃO E MELHORA LA CADA VEZ MAIS !!!! POIS SERÁ UM PORTO QUE NASCE ESTRATEGICAMENTE TANTO PARA O PRÉ SAL DA BACIA DE CAMPOS E O PRÉ SAL DA BACIA DE SANTOS !!! A CIDADE DE MACAÉ RJ TEM UMA LOCALIZAÇÃO TOTALMENTE PRIVILEGIADA POR ESTAR PERTO DA CAPITAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO E PERTO DA REGIÃO DOS LAGOS !!! UMA REGIÃO COM ALTO PODER TURÍSTICO !!!!