Usando o estilo antiético do pai Garotinho, Wladimir podia ter dormido sem essa…

0

De Marcão para Wladimir: “Vergonha eu teria caso algum parente meu fosse um criminoso condenado, que “esperneia” para tentar se manter livre e no poder”. (Marcão)

Utilizando o mesmo estilo anti-ético do pai Garotinho, ao atacar o candidato a deputado federal adversário Marcão Gomes, tentando envolver a família do opositor utilizando o nome de uma pessoa que nem é parente do candidato, o também candidato Wladimir Garotinho obteve uma resposta daquelas que seria bem melhor dormir sem ela.

Afinal, quem tem pai e mãe com passagem pela cadeia não deveria tentar atirar pedras no telhado alheio.

Mesmo que esteja amedrontado pela grande aceitação popular do seu adversário político, isso não justificaria desfechar golpes abaixo da linha da cintura com histórias inverídicas.

Elegante, o vereador Marcão Gomes desafiou Wladimir para um embate pautado no campo das idéias, alertando: “Vergonha eu teria caso algum parente meu fosse um criminoso condenado, que “esperneia” para tentar se manter livre e no poder”. “Wladimir , gostaria de te propor que tente divergir das minhas ideias sem ataques pessoais, sem mentiras, calúnias e difamações”.

Leia abaixo a resposta na íntegra:

Resposta de Marcão Gomes

“Amigos, o candidato Wladimir, de forma irresponsável em sua propaganda, mostra um senhor de nome Carlos Augusto Leão, afirmando ser meu tio. Gostaria de esclarecer que é MENTIRA. Esse cidadão não é meu tio e nem é meu parente. Mas, mesmo que fosse, não teria problema o fato de um parente meu ter intenção de votar em outro candidato, porque o voto é livre. Isso não seria vergonhoso. Ninguém deve votar por nenhum tipo de obrigação.

Vergonha eu teria caso algum parente meu fosse um criminoso condenado, que “esperneia” para tentar se manter livre e no poder.                                                            O povo de Campos e de todo Estado do RJ necessita de uma política pautada em ideias. Usar de mentiras não contribuirá em nada para superarmos a grave crise moral, econômica e social que enfrentamos atualmente.

Wladimir , gostaria de te propor que tente divergir das minhas ideias sem ataques pessoais, sem mentiras, calúnias e difamações. Coloquei-me na disputa para a Câmara Federal porque acredito que posso representar meu povo através da experiência que obtive ao longo da minha vida, trazendo desenvolvimento e melhorias para as pessoas que necessitam. Sou de origem humilde, trabalhei para pagar meus estudos e com muita luta me graduei em duas faculdades, fiz pós-graduação e mestrado, sou concursado no serviço público federal por anos, antes de iniciar na vida pública. A política para mim não é uma carreira e sim uma missão! Quero te pedir para não agir com raiva e mentindo, pois isso não será bom para o povo do RJ e precisamos pensar na população, acima de tudo.”

Garotinho que brinca com fogo, todo mundo sabe como amanhece…

NENHUM COMENTÁRIO