Áudios mostram Unimed longe de atender exigência judicial para descredenciar Rad Med

0

A tentativa de descredenciamento da Rad Med da rede Unimed ainda é um grande ponto de interrogação para os seus usuários e cooperados, que não compreendem porque mudar o atendimento, já que a tabela de preços é única para todos os prestadores desses serviços e os custos seriam os mesmos, o que só aumenta as dúvidas sobre os reais motivos que levam a tentar descredenciar uma empresa parceira a mais de 20 anos, colocando em seu lugar uma empresa ligada a um grupo concorrente, que também possui plano de saúde e hospital próprios.

Faltam equipamentos e estrutura

São fortes os indícios de que a Unimed ainda está longe de poder oferecer aos seus 47 mil usuários, e centenas de cooperados, o exigido pela justiça para poder justificar o descredenciamento unilateral da Rad Med, afirmando obedecer as regras da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), responsável pelo setor de planos de saúde no Brasil, sem causar prejuízos para os seus usuários e cooperados. Principalmente porque muitos exames de diagnóstico por imagem só são realizados em Campos pela Rad Med.

Esta semana, a Unimed Campos divulgou uma nota oficial aos seus usuários indicando a Clínica Excelência Diagnósticos por Imagem como a nova contratada para prover os serviços atualmente prestados pela Rad Med Diagnósticos.

Nota-Uni-2-x

 Áudios mostram deficiência

Mas os próprios atendentes da Clínica Excelência, como comprovam áudios de atendimentos telefônicos, confirmam que a empresa não possui os mesmos equipamentos e não está capacitada para fazer todos os exames realizados pela Rad Med, indicando que eles sejam feitos no hospital do plano de saúde concorrente, notoriamente ligado à nova clínica.

Ouçam os áudios abaixo:

Justiça exige serviços equivalentes

Na semana passada, a Desembargadora Conceição Aparecida Mousnier negou provimento ao recurso impetrado pela Unimed Campos e confirmou a decisão, em 1ª instância, do juiz Rubens Soares Sá Viana Junior, titular da 4ª Vara Cível da Comarca de Campos, em Ação movida pelo Procon, que manteve a Rad Med até que a Unimed comprove que terá a mesma capacidade física e tecnológica de atendimento aos seus usuários:

comprove nos autos a equivalência dos serviços que serão prestados por seus centros próprios ou outros conveniados, especialmente a instalação e funcionamento de equipamentos de exame de imagem em idêntica estrutura de atendimento, sob pena de multa diária no valor de R$ 50 mil.

Oficiosamente descredenciada

Apesar de a Rad Med estar legalmente credenciada, em comunicado/propaganda aos seus usuários na última semana, a Unimed omite a Rad Med como parte da sua rede credenciada, o que parece ser uma forma de contornar a decisão judicial que obriga a Unimed a manter a oferta dos serviços da Rad Med aos seus usuários. Veja abaixo.

lista-2-x

Eventuais prejuízos serão divididos com os cooperados da Unimed?

Para complicar um pouco mais a questão, a mesma nota afirma que a Rad Med violou cláusula contratual. Procurada pelo equipe do Somos On Line,  o jurídico da Rad Med repudia totalmente essa afirmação, já que a empresa tem cinco dias úteis para responder solicitações da Unimed que estejam realmente previstas no contrato, o que tem sido feito dentro do prazo.

Esse tipo de afirmação da Unimed em comunicado oficial aos seus usuários, em flagrante prejuízo à imagem da Rad Med, deixa aberta a porta para uma interpelação judicial à Unimed.

Resta saber do Conselho Fiscal da Unimed se, em caso de uma eventual indenização por danos morais a Rad Med, os valores serão pagos pelas pessoas físicas da sua direção ou pela própria cooperativa, o que levaria o prejuízo a ser rateado com os seus cooperados, concordando ou não eles com a estranha decisão da direção e com os atos que vêm sendo praticados para tentar manter o descredenciamento a qualquer preço, em uma decisão que parece ser muito mais pessoal do que técnica.

NENHUM COMENTÁRIO