Agricultores fecham acessos ao Porto do Açu contra reintegração de posse

0

Revoltados com a decisão do juiz Paulo Maurício Simão Filho que na última sexta-feira determinou a reintegração de posse à Codin, a Porto do Açu Operações S/A e a Grussaí Siderúrgica do Açu, de uma área de 75 mil quadrados do Complexo Logístico Industrial do Porto de Açu, em São João da Barra, um grupo de agricultores ateou fogo a pneus e galhos nos dois acessos ao porto, impedindo o trânsito.

Desapropriações questionadas pela inutilidade
Desapropriações questionadas pela inutilidade

A área questionada foi ocupada em 19 de abril por cerca de 200 agricultores, que alegam não ter sido devidamente indenizados pelas desapropriações para utilização das terras pelo complexo portuário.

A decisão judicial também autorizou o uso de força policial caso encontre resistência à reintegração de posse.

NENHUM COMENTÁRIO