Isecensa realizará o VI Congresso Internacional do Conhecimento Científico em Campos

0
A aula magna de abertura do evento será apresentada pelo Prof. Dr. Clóvis de Barros Filho, considerado um dos mais requisitados palestrantes do Brasil

A programação do VI Congresso Internacional do Conhecimento Científico, que será realizado em Campos entre os dias 25 e 28 de setembro, foi apresentada à imprensa campista, nesta quinta-feira (16), pela direção dos Institutos Superiores de Ensino do Censa (Isecensa), durante um café da manhã.

O evento, promovido pela instituição, receberá palestrantes de diversos estados e países e terá como tema “Contemporaneidade do Conhecimento: a contribuição da universidade na ciência, humanização e ética”. As inscrições já estão abertas e podem ser feitas através do site www.isecicc.com.br.

Com o objetivo de promover um grande fórum de discussão interdisciplinar, fomentando o intercâmbio de conhecimento e a parceria em novos projetos, o congresso receberá mais de 100 atividades, entre minicursos, palestras, workshops e mesas redondas.

A aula magna de abertura do evento será apresentada pelo Prof. Dr. Clóvis de Barros Filho, considerado um dos mais requisitados palestrantes do Brasil. Doutor em Ciências da Comunicação, pela Universidade de São Paulo (USP), e mestre em Ciência Política pela Université Sornonne Nouvelle, em Paris, Clóvis carrega no currículo mais de 20 publicações, inclusive algumas em parceria com Mario Sérgio Cortella e Leandro Karnal.

Dentre os palestrantes internacionais estão Nora Cavaco (Portugal), referência em estudos sobre o autismo; Aresio Souza (brasileiro, que vive nos Estados Unidos), que levará ao congresso uma pesquisa inovadora na área de fisioterapia; e Nuno Soares (português, que vive em Hong Kong), membro da União Internacional dos Arquitetos.

“É uma oportunidade única para que os acadêmicos em geral possam ter contato com os mais renomados profissionais das áreas de humanas, exatas e saúde, sem precisar sair de Campos para isso. Sem dúvidas, uma iniciativa pioneira em toda a região”, reforçou Elizabeth Landim, vice-diretora do Isecensa.

NENHUM COMENTÁRIO