Para defender seu “sempre prefeito” David Loureiro advogado ataca a mídia

0
O ex-policial e advogado Carlos Eduardo Motta Ferraz

Nem São Sebastião, lá do alto, poderia imaginar, mas após ter os seus 15 minutos de fama por subitamente abandonar a defesa de Garotinho na Chequinho, aquele caso em que o seu ex-cliente foi condenado a quase dez anos de cadeia, o ex-policial e advogado Carlos Eduardo Motta Ferraz reaparece, dessa vez para defender, em Nota Pública, o ex-prefeito de São Fidélis David Loureiro, mais um alcançado pelos longos tentáculos da Justiça, e condenado no último dia 25 pelo juiz da 2ª Vara de São Fidélis, Dr. Otavio Mauro Nobre, na Ação Penal movida pelo Ministério Público Estadual (Processo: 0001044-76.2012.8.19.0051), a 03 anos e 06 meses de detenção e 40 dias-multa por Crimes da Lei de Licitações (8.666/93).

Ataque sem base

Em sua estranha “Nota Pública”, antes de defender o seu cliente, Carlos Eduardo começa fazendo carga e atacando os órgãos de mídia que divulgaram a sentença: “repercutida por canais de mídia ligados a Grupo Partidário ideologicamente contrário”.

Ou seja, na distorcida ótica do advogado, a sentença não deveria ser informada ao público, e os órgãos de comunicação que exerceram o seu constitucional direito de liberdade de imprensa e o dever de informar à população, segundo ele acusa sem o menor embasamento, estariam “ligados a grupo partidário ideologicamente contrário”, sem detalhar qual grupo partidário e que “ideologia” seria essa.

Contraditoriamente, mostra-se ele próprio “ideologicamente” tão ligado ao seu cliente, que em outro trecho da nota refere-se a ele de maneira subserviente e pouco profissional, como o “Sempre Prefeito David Loureiro Coelho”.

Ora, já faz bastante tempo que o ex-prefeito David Loureiro levantou-se da cadeira de alcaide daquele município, e a sua tentativa de novamente sentar-se nela em 2012 foi rejeitada nas urnas pelos eleitores de São Fidélis, além de estar inelegível por improbidade administrativa e, atualmente, estar atuando como coordenador de campanha de Wladimir Garotinho no Norte/Noroeste Fluminense, filho de Garotinho e ex-prefeita de Campos Rosinha de quem foi secretário de Obras em 2008/2010.

Não é admissível que agora o advogado Carlos Ferraz finja ignorar os fatos, e venha publicamente atacar a imprensa e tentar doutrinar a população daquele município com a sua subalterna ideologia de denominar o ex-prefeito David Loureiro de “Sempre prefeito”.

NOTA DO EDITOR

O Somos Online não irá se estender mais nesse assunto das estranhas hierarquias mal disfarçadamente contidas na nota exarada e, muito menos, trazer à tona outros detalhes bem menos abonadores. Pelo menos enquanto não surgirem fatos novos ou for forçado a isso. Mas que fique claro que repudiamos com veemência a estranha e pouco profissional forma de defesa atacando órgãos de comunicação que apenas divulgaram uma sentença de grande interesse envolvendo um homem público e alguns dos seus atos administrativos.

Isso, não poderemos admitir.

Confira abaixo a estranha NOTA PÚBLICA

NENHUM COMENTÁRIO