Campos avança no combate à Dengue. Resultados de exames em 24 horas no CRDI

0

Os pacientes que forem ao Centro de Referência de Doenças Imuno-infecciosas (CRDI), que funciona anexo ao Hospital dos Plantadores de Cana, com suspeita de zika, dengue e chikungunya, encontrarão diariamente cinco médicos no atendimento, além de enfermeiras e técnicas de enfermagem. O resultado do exame sai em 24 horas.

Qualificação & Qualidade

A enfermeira Lia Carla Duarte, 47 anos, está com suspeita de dengue e foi ao CRDI verificar. “O atendimento é eficiente. Esperei em torno 15 minutos e logo me chamaram”, diz. O tempo de espera varia de acordo com a quantidade de pacientes. Em média, são até 300 pacientes atendidos por dia. “Temos um pessoal bastante qualificado e isso facilita bastante o trabalho. O laboratório que faz os exames é um dos mais qualificados e funcionamos anexo a um hospital”, destaca o coordenador do CRDI, Luiz José de Souza.

Paciente deve procurar atendimento

O coordenador e estudioso em doenças infectocontagiosas explica que o primeiro passo de um paciente, caso esteja sentindo sintomas da dengue, zika ou chikungunya, é ir a uma Unidade Básica de Saúde (UBS), que fará o encaminhamento para o CRDI, caso seja necessário.

De acordo com ele, a maioria dos casos atendidos no Centro de Referência é de Campos. Noventa por centos dos pacientes vão para o CRDI, a rede privada de saúde fica com 10%. O Centro de conta com equipe de enfermeiras e técnicos de enfermagem, estagiários acadêmicos de Medicina e outros profissionais nas áreas administrativas e de informática.

As estatísticas são encaminhadas ao Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), que faz o trabalho de combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, nos bairros de Campos.

Por: Marcio Fernandes – Foto: César Ferreira

NENHUM COMENTÁRIO