Fracasso mostra decadência da Facção Rosa. Veja as fotos e assista aos vídeos

0

A manifestação fabricada pela Facção Rosa comandada por Rosinha e Garotinho para tentar desestabilizar o governo Rafael Diniz e manter seu grupo político à tona foi um enorme fracasso. O maior que já se viu em Campos.

Além da absoluta falta de público espontâneo, nem os próprios militantes a soldo compareceram em número suficiente que formasse uma claque respeitável para o líder Garotinho que, sabendo de antemão do fracasso da sua manifestação, não se dignou a dar as caras por lá, deixando o grupo de gatos pingados dos seus seguidores, literalmente, dentro d’água.

Começou fraca
Começou fraca
Ficou pior com a chuva
Ficou pior com a chuva
“Tenda do vereador Cláudio Sndrade salvou o povo do desabrigo na manifestação do garotinho no Calçadāo. Assim como o céu é do condor; a tenda é do povo e pôde abrigar os gatos pingados da chuva.”
“Tenda do vereador Cláudio Sndrade salvou o povo do desabrigo na manifestação do garotinho no Calçadāo. Assim como o céu é do condor; a tenda é do povo e pôde abrigar os gatos pingados da chuva.”

Rosinha no fogo

Como o público não aparecia, o fiel escudeiro Carlos Cunha recitava em mantra a sua lamentável cartilha de bobo da corte, em uma vã tentativa de arrebanhar um número suficiente de pessoas para que o chefe Garotinho pudesse comparecer á manifestação, que ele próprio fabricou, sem passar vergonha. Tarefa que se mostrou impossível, e Garotinho não foi, mas mandou Rosinha para se queimar no fogo do seu fracasso.

Garotinho não foi, mas mandou Rosinha no final para se queimar no fogo do seu fracasso
Garotinho não foi, mas mandou Rosinha no final para se queimar no fogo do seu fracasso

Os campistas não se deixaram manipular

Esse fracasso, além de espelhar a forte decadência da Facção Rosa, mostrou claramente que os campistas não estão dispostos a se deixar manipular por esse grupo liderado por um condenado, três vezes preso e aguardando o cumprimento de uma pena de 9.6 meses de cadeia, que só tem como objetivo o seu projeto de poder, utilizando Campos como trampolim, mesmo que para isso tenha que tornar ingovernável o município que luta para se recuperar das suas desastrosas gestões Rosinha/Garotinho, este por mandato matrimonial, sem medir os prejuízos que possa causar à população.

Bênção & castigo

Para completar o fracasso, a chuva torrencial, como bênção e castigo, lavou do Calçadão de Campos a mancha rosa que ainda teima em macular a nossa cidade com as suas nódoas. Para quem pretendeu manipular a população com “Fora Rafael” o tiro saiu pela culatra com um sonoro “Fora Garotinho!” dos campistas.

 

NENHUM COMENTÁRIO