Se Linda Mara tiver embargos de declaração negados, aguarda o TSE fora da Câmara

0

Mais uma derrota para a facção rosa. O TRE confirmou a sentença de 1ª instância da vereadora Linda Mara (PTC), condenada no escandaloso esquema de compra de votos com Cheques Cidadão pagos com dinheiro público.

Linda Mara
Linda Mara

Na época da Operação Chequinho, Linda Mara esteve foragida no Rio de Janeiro até ser presa e, posteriormente, condenada pelo juiz Ricardo Coimbra, da 76ª Zona Eleitoral de Campos, a 5 anos e 04 meses de prisão em regime semiaberto

Caminho fundo

Agora, resta a ela seguir o mesmo caminho já percorrido pelo vereador Jorge Rangel e pedir embargos de declaração antes de, eventualmente, recorrer ao TSE já fora da cadeira na Câmara Municipal de Campos.

Amanhã e a vez de Ozéias

Na quarta-feira será a vez do vereador Ozéias (PSDB) figurar na pauta do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) com o julgamento do seu recurso contra a condenação em primeira instância da Chequinho. Ele foi condenado na Chequinho pelo  juiz Ricardo Coimbra, da 76 Zona Eleitoral pela prática do crime tipificado no art. 299 do Código Eleitoral (Corrupção eleitoral), 956 vezes na forma do art. 71 do CP combinado com o crime tipificado no art. 288 do CP na forma do art. 69, também de CP (associação criminosa).

Seu líder Garotinho, condenado há quase 10 anos por chefiar o escandaloso esquema de compra de votos, está preso em Bangu 8 por investigação da Operação Caixa D’Água” da Polícia Federal

NENHUM COMENTÁRIO