Linda Mara, Thiago Virgílio, Kellinho e Jorge Rangel pegam 5.4 anos de cadeia na Chequinho

0

Mais uma vez a justiça alcança integrantes da facção rosa envolvidos na Chequinho. Os vereadores Linda Mara (PTC), Thiago Virgílio (PTC), Jorge Rangel (PTB) e Kellinho (PR) foram condenados juiz Ricardo Coimbra, da 76ª Zona Eleitoral de Campos a cincos anos e quatro meses de cadeia em regime semi aberto. A condenação criminal é resultante das investigações da Chequinho pela Polícia Federal.

O esquema de compra de votos desbaratado pela PF é considerado o maior e o mais descarado de toda a história de Campos, não só por comprar milhares de votos, mas por pagá-los com dinheiro público através do programa social Cheque Cidadão. Ou seja, quem pagava a compra de votos eram os campistas de bem com os seus impostos.

Lei

Apesar da sentença de prisão, enquanto transcorrerem os julgamentos dos recursos à segunda instância, os condenados permanecem em liberdade e nos cargos.

Pecados castigados

O juiz Ricardo Coimbra, da 76ª Zona Eleitoral condenou Linda Mara, Kellinho, Thiago Virgílio e Jorge Rangel a cinco anos e 4 mesas de cadeia
Acima a manchete de 18 de outubro de 2017 do Somos Online. O juiz Ricardo Coimbra, da 76ª Zona Eleitoral condenou Linda Mara, Kellinho, Thiago Virgílio e Jorge Rangel a cinco anos e 4 mesas de cadeia

Em 18 de outubro, o Somos Online questionava se todos os pecados seriam castigados (AQUI). Todos, não seria prudente afirmar, mas, pelos menos, uma boa parte deles estão sendo punidos.

Como foi dito na coluna Ponto Final da edição da Folha da Manhã desse sábado 02/12/17:

“Insistir nesse caminho, por mais carismático que seja o líder, é reproduzir a cegueira da manada rumo ao abismo.”

NENHUM COMENTÁRIO