Rosinha ganha companhia de Adriana Ancelmo, esposa de Cabral

0

Rosinha já não vai ficar tão solitária assim na ala feminina da Cadeia Pública José Frederico Marques, em Benfica. Nessa quinta-feira, a ex-primeira dama de Cabral Adriana Ancelmo também foi levada para lá por ordem do Tribunal Regional Federal do Rio de Janeiro da 2ª Região (TRF-2) que decidiu, por 3 votos a favor e 2 contrários pela seu retorno à prisão, exatamente aquele onde já estava Rosinha.

Conduzida a prisão

Nessa tarde, agentes da Polícia Federal foram ao apartamento de Adriana Ancelmo, no Leblon, onde ela cumpria prisão domiciliar. A ex-primeira dama foi condenada na Operação Calicute a 18 anos e 3 meses de prisão por associação criminosa e lavagem de dinheiro.

A advogada foi levada para o Instituto Médico Legal (IML), onde foi submetida a exame de corpo de delito e, em seguida conduzida para a prisão.

Suledil e Toninho também na mesma cadeia

Suledil Bernardino
Suledil Bernardino
O ex-policial Civil Antonio Carlos Ribeiro da Silva, vulgo Toninho
O ex-policial Civil, vulgo Toninho

Se servir como consolo para Rosinha, que já tem no mesmo presídio o marido Garotinho, agora também terá o professor Suledil Bernardino, seu ex-secretário de Controle e Orçamento na prefeitura de Campos, e o ex-policial Antônio Carlos Ribeiro da Silva, o “Toninho”, braço armado da facção rosa. Os dois foram transferidos para a mesma Cadeia Pública José Frederico Marques. Assim, o grupo vai ficando cada vez mais completo, mas ainda faltam integrantes…

NENHUM COMENTÁRIO