Garotinho perde mais uma: MP contra malicioso pedido de cassação de Rafael Diniz

0

 

O prefeito Rafael Diniz
O prefeito Rafael Diniz

Sem causar a menor surpresa a alguém, incluindo aí os integrantes dos partidos dos inconformados com a derrota nas últimas eleições e os próprios advogados de Garotinho, o Ministério Público deu parecer contrário ao vazio pedido de cassação do prefeito Rafael Diniz, em Ação de Investigação Judicial Eleitoral (Aije) impetrada pela Coligação Frente Popular Progressista de Campos, de partidos aliados a Rosinha e Garotinho, durante as últimas eleições.

Ovo gorado

Assim, o que estava marcado para maio pela bola de cristal do “vidente” Garotinho, e depois transferido para outra data imaginária mal definida, mais uma vez vira ovo gorado no ninho da insatisfação dos rosáceos.

Fantasmas & Ciúmes

A alegação dos autores da ação de que parte da mídia de Campos simpatizava com a candidatura de Rafael Diniz foi rebatida pelo Ministério Público:

“os jornais se contiveram a informar objetivamente os fatos que ocorriam na cidade de Campos e não ultrapassaram os limites da imparcialidade… Os eleitores não foram induzidos.”

“Com base nessas considerações, o Ministério Público Eleitoral manifesta-se pela improcedência da presente ação.”

“Vê-se que não houve, com as matérias jornalísticas, potencialidade no comprometimento da normalidade e lisura do pleito.”

“Com base nessas considerações, o Ministério Público Eleitoral manifesta-se pela IMPROCEDÊNCIA da presente ação.”

Promotora Patrícia Monteiro Alves

A nau dos insensatos

Desesperados, os ex-boquinhas, uníssonos, conjugam nas redes sociais seus esforços embalados pelo manco compasso de espera da sua nau sem rumo. Seguem incansáveis em seu humilhante e desvairado oscular da mão já melada de tão beijada. Nessa insana procura de um lugar ao sol, agarram-se os tripulantes dessa nau dos insensatos à certeza de agradar ao líder que, tresloucado, sempre proclamando em alto e bom som aos moinhos de vento que pretende levar a sua faca de dois gumes às barras dos tribunais, até que, finalmente, ele veja a sua rosa nascer quadrada, e brinde os campistas com o seu silêncio…

NENHUM COMENTÁRIO