Vereador José Carlos confirma Somos e chama ex-boquinhas de “Mamadores de Têtas”

0
As tetas secaram, bateu o desespero...
Vereador José Carlos
Vereador José Carlos

Na última terça-feira, durante uma seção na Câmara Municipal de Campos, o vereador José Carlos disse que “existe uma série de ex-funcionários da prefeitura contratados por RPA, que usam as redes sociais para atacar o prefeito Rafael Diniz”, e classificou essas pessoas como:“Mamadores de Tetas”.

“São mais de 1.600 DAS (cargos de confiança) que acabaram, desses que eu chamo de ‘sugadores do erário público’ e que perderam a ‘boquinha’. São uns falastrões que ficam nas redes sociais falando o que o quase totalmente falecido politicamente Garotinho determina. O déficit caiu de 160 milhões para 35 milhões nesses primeiros meses. Os avanços estão aparecendo. Esses outros, em vez de procurar um emprego, são ‘Mamadores de Tetas’. Deixem o prefeito trabalhar.” (Folha da Manhã 31/5/17)

Somos denuncia grupo de ataques faz tempo

Como o Somos Online vem relatando e denunciando há bastante tempo, foi criado em Campos um grupo formado por ex-DAS e RPAs da ex-prefeita Rosinha para ataques nas redes sociais ao governo Rafael Diniz e as autoridades do caso “Chequinho”, que apura a escandalosa compra de votos com Cheques Cidadão pagos com dinheiro público.

Os ataques são articulados em reuniões e grupos de WahtsApp, por onde são dadas as ordens e apontados os alvos, supostamente transmitindo as orientações do seu líder político Garotinho, ainda impedido de vir pessoalmente ao município para coordenar essas ações.

Somos Online – 3 de abril de 2017

Militantes de Rosinha e Garotinho se reúnem para articular ataques ao Governo Rafael Diniz

Reunião de instrução aos  ex-boquinhas
Reunião de instrução aos ex-boquinhas

Militantes de Rosinha e Garotinho tem se reunido com frequência para articular ataques ao Governo Rafael Diniz, de forma anti-ética e sistemática, como pode ser visto diariamente nas redes sociais, perfis falsos e site dirigido por laranjas do casal de ex-prefeitos que seguem cegamente as suas ordens como kamikazes, sem se importar com todas as futuras responsabilizações judiciais por seus atos.

Kamikazes judiciais

Alguns notórios sub-líderes do novo esquema articulado por Garotinho podem ser facilmente identificados nas fotos divulgadas nas redes sociais com instruções para os participantes da obscura estratégia, como Carlos Cunha, o ex-vereador Albertinho (envolvido até o pescoço na Chequinho), a ex-vereadora Auxiliadora Freitas, e Luiz Careca (marido da ex-secretária de Assistência Social, Ana Alice Oliveira, também envolvida e presa na Chequinho, e com possibilidade de ser novamente presa), Zacarias Albuquerque (ex-secretário de Meio Ambiente), Gilson de Souza (ex-secretário dos Direitos dos Idosos), Felício de Souza (radialista da Rádio Diário) e Ângelo Rafael (ex-subsecretário de Governo). Confira AQUI 

Beth Megafone denunciou ataques às autoridades do caso Chequinho nas redes sociais

Em um dos seus depoimentos à Justiça, a ex-militante rosácea Beth Megafone aponta com todas as letras e existência de uma campanha difamatória formada por grupos sub-liderados por ex-DAS de Rosinha, liderados por um “Comandante” maior que instrui seus “soldados” no ataque às autoridades, imprensa e adversários políticos, covardemente escondido sob o relativo anonimato das redes sociais, mas que, na realidade, não resiste a uma investigação mais técnica e detalhada para apuração de uma vasta gama de crimes de Calúnia (art. 138); Difamação (art. 139) e Injúria (art. 140), crimes contra a honra tipificados pelo nosso código penal.

JUIZ: Como era essa instrução para atacar?

Através dos grupos de Whats App eu fui instruída várias vezes para atacar em redes sociais, quando não foi pago o Cheque Cidadão, quando teve o caso da Santa Casa, no caso do promotor Leandro, quando o delegado Paulo Cassiano teve o caso que foi acusado de participar de campanha eleitoral, enfim, eu participava, eu mandava, eu compartilhava. Não só nas redes sociais, nos grupos.

Beth apontou Garotinho como líder dos grupos criados para os ataques nas redes sociais

Beth Megafone apontou Garotinho como líder  dos ex-boquinhas noa ataques na redes sociais
Beth Megafone apontou Garotinho como líder dos ex-boquinhas também nos ataques nas redes sociais

JUIZ: Quem comandava esses grupos?

Beth: O Garotinho. Nós tínhamos o Grupo do Nós, que era um grupo específico, e que tinha vários grupos, e ele criou uma rede também através de linha de transmissão, que essas pessoas eram inscritas lá na rádio, e essas pessoas recebiam diariamente mensagens e muitas vezes instruções. Tanto que, vou confessar, como não sabem o meu telefone, eu recebo até hoje tá? Atenção grupos de Garotinho, eu recebo até hoje mensagens de vocês, muitas vezes falando até de mim mesma. Eu recebo ainda mensagens de vocês, e no final vocês não esquecem de botar: “compartilhem no seu Facebook”.  Então, eu sei o que estou falando, porque também fiz parte. Confira AQUI

NENHUM COMENTÁRIO