“Gordofobia” em empresa gera indenização de 30 mil à vítima fixada pelo TST

0

Preconceito da “gordofobia” dá prejuízo a empresa. A 6ª Turma do Tribunal Superior do Trabalho (TST) confirmou condenação da segunda instância, mas dobrou – de R$ 15 mil para R$ 30 mil – indenização a ser paga pela empresa de alimentação a uma cozinheira empregada que, em virtude de sua gordura, sofria incessante assédio moral por parte da chefia.

De acordo com a ministra Kátia Magalhães Arruda, relatora do recurso de revista em questão, o valor arbitrado pelo Tribunal Regional do Trabalho da 9ª Região (PR) não observou o princípio da proporcionalidade: “Além da gravidade dos infortúnios e da extensão dos danos, importa ponderar a culpa da empresa, que, ao contrário do que diz o TRT, não foi mediana, mas gravíssima”.

LUIZ ORLANDO CARNEIRO/Site Jota

Preconceito

Você já ouviu falar em “gordofobia”? Se não, você deve suspeitar do que se trata. O sufixo fobia se refere à aversão e, nesse caso, aversão a pessoas gordas.

Mas o que levaria alguém a ter alguma coisa contra pessoas gordas? Gordo é uma característica como qualquer outra. Magra, alta, forte, baixo, fraca, morena, loira… São diversas características, mas nenhuma delas parece incomodar tanto quanto “gorda”, que em algumas situações soa até como xingamento.

O que é a gordofobia?

Os padrões de beleza impostos e reforçados a todo momento pela sociedade e pela mídia criaram um modelo de corpo “perfeito”. E, como você já sabe, corpo perfeito aqui não significa aquele que realiza todas suas funções vitais. Você é cobrada a todo momento para ser magra (mas não muito magra) e ter curvas muito bem definidas. E aí entram as dietas mirabolantes e muita academia para você ficar com o “corpo perfeito”, no “peso ideal”.

A psicóloga Ellen Moraes Senra conta que a gordofobia é causadora de diversos transtornos, principalmente os alimentares: “A vítima da gordofobia pode desenvolver transtornos alimentares sérios, tais como a compulsão alimentar, a bulimia, anorexia ou mesmo a recém conhecida vigorexia, que consiste na obsessão pelo padrão de vida fitness.”

A gordofobia está em todas as esferas da sociedade, desde a pessoa que chama alguém de “gorda” em tom de xingamento até as marcas de roupa que só fazem calças até o tamanho 42. Passando também pelos assentos apertados nos ônibus e as cadeiras com braços nos restaurantes. Todos os dias, milhares de pessoas gordas passam por esses e outros inúmeros constrangimentos simplesmente por não poderem agir confortavelmente e naturalmente em situações corriqueiras

Beatriz Castells/Dicas de Mulher

NENHUM COMENTÁRIO